Esporte

Alto Vale pode voltar a ter time profissional em 2021

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Rio do Sul pode voltar a ter um time de futsal profissional. A notícia foi confirmada pelo superintendente da Fundação Municipal de Desportos (FMD) Jeberton Fermino em entrevista ao Diário do Alto Vale. Mas para que o projeto de fato de concretize serão necessárias parcerias com empresas privadas.

Faça parte do nosso grupo de Notícias no WhatsApp, clique Aqui!

A capital do Alto Vale não tem um time profissional desde 2014 e Jeberton revela que a volta é um dos objetivos para 2021. “O futsal é uma paixão e Rio do Sul já teve grandes projetos.  A iniciativa pública e iniciativa privada estão se unindo, um time de pessoas que querem fazer uma associação e tem interesse de resgatar o futsal masculino na cidade”.

Ele comenta ainda que a quadra hoje não é do tamanho oficial, mas a construção de um novo ginásio deve iniciar em breve. Para o retorno da modalidade Jeberton afirma que é preciso fomentar o resgate ao futsal adulto. “Base tem diversos locais em toda a cidade, com professor. Agora precisamos realmente buscar recursos com a iniciativa privada”, disse.

Já em relação ao incentivo do poder público para esta volta ele declarou que o prefeito José Thomé já colocou à disposição um recurso fixo para a modalidade e promete ajudar de várias outras formas. “A nossa contrapartida vai ser uma ginásio municipal, iluminação, limpo, fisioterapia, bola, material e o transporte que soma cerca de oito mil quilômetros para todos os jogos da equipe a partir do momento em que ela se inscrever, o que já gira em torno de R$ 30 mil só de transporte”, disse.

A partir de agora eles intensificam as conversas com a iniciativa privada e esperam que parcerias sejam fechadas para que Rio do Sul tenha um time de futsal em breve. “Estamos torcendo, trabalhando para isso, avaliando uma empresa de Rio do Sul ou região que possa aportar recursos e incentivar o futsal em Rio do Sul. As pessoas têm um sonho de fazer a modalidade e resgatar um projeto, mas não adianta só colocar no papel, é preciso ter investimento, uma quantia em dinheiro em conta para iniciar ou se acontece algum problema sempre acaba sobrando para o Poder Público e isso precisa estar bem alinhado”, conclui.

Com esse planejamento e orçamento inicial, Jeberton acredita que o público passe a prestigiar os jogos e mais pessoas sejam incentivadas a apoiar o time, dar patrocínio para consolidar ainda mais o projeto.

Time teria “casa nova”

Caso realmente se concretize a implantação de um time de futsal profissional em Rio do Sul a equipe poderia contar com uma “casa” completamente nova. A licitação para o novo ginásio será lançada nos próximos dias e a ordem de serviço deve ser assinada. “Já está aprovado na Caixa Econômica Federal e temos todas as liberações. Será um ginásio de 2.100 lugares, uma arena com quadra de tamanho oficial que seria 40×20. É um ginásio dentro da nossa realidade até porque não adianta fazer uma coisa muito grande e não conseguir manter. Essa estrutura será feita junto com o Centro de Eventos que já tem uma estrutura que facilitaria a execução que vai custar cerca de 7 milhões que virão de emenda parlamentar e do próprio município”, finaliza.

Comente