Rio do Sul

Após quase 10 anos, por falta de provas, é arquivada investigação ex-prefeito de Rio do Sul

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Ao longo de uma década, o Ministério Público de Santa Catarina não conseguiu sustentar as acusações contra um deputado estadual catarinense e decidiu arquivar o inquérito civil público instaurado em 2012.

RECEBA NOTÍCIAS EU SEU WHATSAPP, CLIQUE AQUI

Contra Jailson Lima (PT), hoje ex-deputado, pesavam as suspeitas de empregar funcionários fantasmas, cobrar “rachadinha” sobre o salário dos assessores, além de irregularidades na concessão de diárias e passagens com dinheiro público da Assembleia Legislativa.

RECEBA NOTÍCIAS DO ALTO VALE E SANTA CATARINA PELO TELEGRAM

Cabe lembrar que o então deputado estadual Jailson Lima foi o responsável pela instalação da chamada CPI da Casa Rosa, que investigou a compra do terreno e a construção da atual sede do Ministério Público de Santa Catarina, em Florianópolis.

As investigações sobre supostas irregularidades, sempre rebatidas pelo MP-SC, também foram arquivadas no CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público).

Colaborou Lucio Lambranho

Fonte: ND Mais


Comente