Vale do Itajaí

“As pessoas gritavam e pediam por água”, diz vizinho de casa que pegou fogo e matou casal no Vale

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Gritos desesperados, pedidos por água e socorro. É isso que relatam vizinhos à casa que pegou fogo e matou um homem e uma mulher grávida na madrugada desta terça-feira (25), no Centro de Blumenau. O incêndio começou por volta das 3h da madrugada e assustou moradores que vivem nas redondezas do Centro Cultural 25 de Julho, que fica próximo ao local da ocorrência.

+ Faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp, acesse aqui!!

Carlos Eduardo Pieri, que mora ao lado do imóvel, diz que se levantou para tomar água por volta das 2h50min quando começou a ouvir alguns barulhos. Cerca de 10 minutos depois, o fogo já consumia a casa de madeira onde viviam imigrantes venezuelanos.

— No começo eu e minha esposa não conseguimos identificar o que estava acontecendo, e tentamos voltar a dormir. Só que depois das 3h nós começamos a ouvir mais barulhos e uma mulher gritando, dizendo que ia morrer. Nos levantamos e quando vimos o fogo já estava bem forte. As pessoas gritavam, pediam por água — conta Pieri.

A jornalista da NSC TV, Valeska Lippel, que mora próximo ao local do incêndio, conta que acordou com gritos desesperados que vinham da região da Rua Alberto Koffke. A repórter chegou a gravar um vídeo que mostra a dimensão das chamas que consumiram totalmente o imóvel onde moravam 18 pessoas — sendo 14 imigrantes venezuelanos.

“As pessoas gritavam e pediam por água”, diz vizinho de casa que pegou fogo e matou casal em Blumenau | NSC Total

— Uma das coisas que dava para ouvir era alguém gritando “tá viva, tá viva”. Os vizinhos começaram a se reunir e uma pessoa saiu correndo em direção ao Corpo de Bombeiros para pedir ajuda. A casa, que era de madeira, queimou muito rápido. Conforme o fogo ia aumentando, a gente via as vigas caindo. Se alguém estivesse lá, não conseguiria sair — relata Valeska.

Segundo os bombeiros, foram usados 40 mil litros para o combate ao incêndio que destruiu a residência de aproximadamente 350 metros quadrados. Durante o trabalho, os profissionais encontraram os dois corpos carbonizados, de um homem e de uma mulher.

O Instituto Médico Legal (IML) confirmou ao Santa que a vítima estava grávida. A identificação dos corpos, porém, ocorrerá por um exame de DNA que demora de 4 a 6 meses para ficar pronto.

A Polícia Civil de Blumenau vai abrir um inquérito ainda nesta terça-feira (25) para apurar as causas do incêndio.

Fonte: NSC TV


Comente