Pouso Redondo

Bombeiro Militar de Pouso Redondo recebe moção de aplausos por ato de bravura

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Essa semana a Câmara de Vereadores de Pouso Redondo, no uso de suas atribuições, aprovou em plenário MOÇÃO DE APLAUSOS ao Soldado BM Maciel.

RECEBA NOTÍCIAS EU SEU WHATSAPP, CLIQUE AQUI

Tal MOÇÃO foi dada por uma atitude tomada pelo militar enquanto de folga, tirando de perigo uma feminina que atentava contra a própria vida.

RECEBA NOTÍCIAS DO ALTO VALE E SANTA CATARINA PELO TELEGRAM

O Bombeiro Militar que atua em Pouso Redondo, no dia 25 de outubro de 2020, estava retornando na BR-101, quando se deparou com uma situação desafiadora.

“Desembarquei e rapidamente desloquei-me até o indivíduo, questionando-o acerca do que estava acontecendo. O mesmo, aflito, apontou para uma moça que estava em uma passarela da via, informando que a mesma estava tentando suicídio. De pronto, me desloquei aceleradamente até a passarela e ao entrar no campo de visão da vítima me movi o mais pacientemente possível, demonstrando completa calma e segurança. Neste momento, havia um civil na cena que também tentava abordar a vítima e, de pronto, solicitei que o mesmo se afastasse e ficasse um pouco distante.
Avançando lentamente, me apresentei e iniciei um calmo diálogo com a vítima – feminina, aproximadamente 40 anos. A tal ponto, meus companheiros já haviam sinalizado e fechado as entradas da passarela, controlando o fluxo de transeuntes e evitando maiores distrações. Aos poucos, evoluindo o diálogo e conquistando a confiança da vítima, me aproximei a uma distância de 1,5 metros da mesma. Em certo momento, percebi que a vítima estava convicta de sua decisão, posto que repetia incansavelmente sua vontade de dar fim a própria vida. Analisando o intenso fluxo da via, a ineficaz tentativa de diminuir a aceleração dos carros através da sinalização após uma curva, os trejeitos e gestos da vítima e sua angustiada fala, decidi que deveria prontamente agir pois a mesma não voltaria atrás em sua decisão. Em determinado momento, a vítima distraiu-se, voltando seu olhar para a via. Sem hesitar, avancei convicto, agarrando-a pelo tronco, puxando-a para o lado interno da passarela. Após tal abordagem, reiniciei um diálogo com a vítima sentada, tentando compreende-la e persuadi-la a mudar de decisão. Após determinado tempo, mais calma e confiante em minhas palavras, convenci a vítima a me acompanhar, conduzindo-a até a ambulância da auto pista que aguardava na parte inferior da passarela.” Escreveu o Bombeiro Militar


Comente

banner-delta-ativa