Santa Catarina

Bombeiro vence a Covid-19 e carrega cruz por 6 quilômetros para pagar promessa em SC

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Um bombeiro voluntário de Rodeio, prometeu que se vencesse a Covid-19 pagaria uma promessa. Rafael Motta, 38 anos, não tinha comorbidades, mas ficou duas semanas internado por conta de complicações causadas pela doença. Nesse período ele perdeu 14 quilos.

RECEBA NOTÍCIAS EU SEU WHATSAPP, CLIQUE AQUI

Na terça-feira (12), dia de Nossa Senhora Aparecida, ele subiu um morro de cerca de seis quilômetros carregando uma cruz. “Eu sabia que se continuasse daquele jeito poderia prejudicar outros órgãos do corpo. Prometi que se saísse sem sequelas faria uma penitência. Não só pela cura, mas como forma de agradecer todos que rezaram por mim” relembra o bombeiro.

RECEBA NOTÍCIAS DO ALTO VALE E SANTA CATARINA PELO TELEGRAM

Rafael afirma que recebeu a primeira dose da vacina e dias antes da segunda aplicação, em maio, testou positivo para o vírus junto com a esposa. Com febre e a falta de ar, ele foi encaminhado ao Hospital Oase de Timbó, na mesma região, dois dias após a confirmação da doença.

No leito hospitalar, ele fez a promessa. Devoto de Nossa Senhora Aparecida, o bombeiro decidiu que para tornar o sacrifício maior, iria carregar a cruz que é usada em encenações do Teatro Paixão de Cristo. A alta médica aconteceu no mesmo mês. Sem sequelas, Rafael voltou ao trabalho como técnico de segurança do trabalho e ao voluntariado como bombeiro.


Comente