Presidente Getúlio

Bombeiros registram aumento no índice de acidentes com animais peçonhento, no Alto Vale

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Com a chegada do calor o aumento de acidentes com animais peçonhentos se torna uma consequência. Pelas condições climáticas a atividade dos mesmos se intensifica através da busca por alimento e abrigo, ou seja, se encontrar por aí com esses seres é normal até mesmo nos centros urbanos.

RECEBA NOTÍCIAS EM SEU WHATSAPP, CLIQUE AQUI

Vale ressaltar que animais peçonhentos são todos aqueles capazes de produzir peçonha (toxina) e detêm mecanismos de injeção dessa, como dentes, aguilhões ou ferrões. Os acidentes ocorrem quando o animal se sente ameaçado e – por instinto – ativa mecanismos de defesa natural que podem ocasionar o que chamamos de intoxicação exógena por peçonha animal. Devemos ficar atentos pois, em sua maioria, as espécies podem ocasionar danos severos levando à óbito sem o tratamento adequado.

RECEBA NOTÍCIAS DO ALTO VALE E SANTA CATARINA PELO TELEGRAM

Os Bombeiros Voluntários de Presidente Getúlio (BVPG) registraram em apenas 1 (uma) semana três acidentes envolvendo animais peçonhentos, nesse mesmo mês. Todos registrados em perímetro rural e normalmente ocorrem quando é efetuada a limpeza de terrenos, quintais ou manejo de lavouras agrícolas.

Quando presenciar tais acidentes, acione imediatamente o serviço de emergência 192, 193 ou procure avaliação médica com rapidez. Lembre-se de evitar garrotes, ”chupar” o veneno e entre outros, apenas lave com água e sabão e ligue ao socorro de imediato. E para sua segurança, use EPI’s (Equipamento de Proteção Individual) – como botas, luvas, vestes que cubram a maior parte do corpo – bem como evitar o acúmulo de entulhos que possam atrair presas desses animais (ratos e baratas), se livrando de tais ocasiões.


Comente