Alto Vale

Caçadores são presos ao serem flagrados em um sítio em Rio do Campo

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Neste último sábado, 10, a Polícia Militar Ambiental (PMA) através do seu pelotão em Rio do Sul realizou operação de combate à caça ilegal na comunidade Ribeirão Carneiro no interior de Rio do Campo, quando em busca veicular localizou uma Carabina, Calibre 22 com uma munição na câmara e mais 32 dentro de um reboque e com o abordado, dois apitos de madeira utilizado para prática de Caça e mais 3 munições de calibre .32.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

O abordado estava em um sítio utilizado para caça, sendo localizadas no interior da residência 27 munições de cal. .32, um apito de madeira utilizado para prática de Caça, 7 cartuchos de .28, 4 de metal e 3 de plástico, 56 espoletas para carregar munição, um pote de chumbo para recarregar e duas câmeras que filmavam a resistência.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

No momento da abordagem um segundo homem chegou ao local portanto um Revólver Calibre .44 e uma Espingarda calibre 12, com 21 munições de .44 e 21 munições calibre 12.

Foi constatada também uma intervenção em área de preservação permanente, sendo feito levantamento fotográfico aéreo e em solo para averiguar possível prática de infração ambiental.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão e conduzidos os envolvidos a Delegacia de Polícia.

As guarnições da PMA abordaram dois homens numa propriedade rural suspeita de ser utilizada como apoio para a prática de caça. Com eles foram apreendidas 3 (três) armas de fogo, 103 (cento e três) munições e petrechos para recarga de munição.


Comente