Brasil

Casal que tomou três doses de vacina vai pagar R$ 2 milhões em reparação

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

O Ministério Público de Minas Gerais ajuizou Ação Civil Pública de reparação por dano moral social e coletivo contra um casal que recebeu três doses de vacina contra a Covid-19, sendo duas de Coronavac a terceira da Pfizer. 

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

A Justiça já concedeu antecipação de tutela para impedir que eles tomem a segunda dose da Pfizer ou a primeira de algum outro imunizante, sob pena de multa de R$ 1 milhão. 

O MPMG pede também pagamento de R$ 500 mil por dano moral coletivo e R$ 500 mil por dano social a cada um dos demandados devido à gravidade da conduta.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

O casal mora em Belo Horizonte, mas foi revacinado na comarca de Rio Novo, onde foi feita uma denúncia anônima que deu início às investigações.

“Tal conduta por parte dos demandados poderá comprometer o Plano Municipal de Vacinação, com indivíduos já vacinados desviando doses que deveriam ser direcionadas ao restante da população ainda não agraciada pelo imunobiológico”, afirmou a Promotoria.

Fonte: SCC10


Comente