Agronômica

Caso Vanisse: suspeito é levado algemado pelo GAECO para o Fórum de Rio do Sul

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Na manhã desta quinta-feira, Policiais Civis, Bombeiros e GEACO estiveram na casa da Vanisse Venturi, mulher desaparecida em Agronômica/SC, há cerca de 11 meses.

De acordo com informações iniciais divulgadas o esposo de Vanisse, Isonir Venturi, seria o principal suspeito.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

Ele se deslocava com um micro trator tobata pela BR-470 nas proximidades da sua residência. Isonir foi preso pelo GAECO e algemado, e levado para sua residência onde já haviam mais policiais civis e peritos.

Foram recolhidos materiais que foram levados ao Fórum de Rio do Sul, juntamente com o suspeito.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

Isonir Venturi vai participar de uma audiência, foi pedido a prisão temporária dele de 30 dias, revogada para mais 30 dias.

Conforme a Polícia Civil de Agronômica, o objetivo da operação tinha como objetivo cumprir o mandado de prisão  temporária contra o marido da Vanisse, além de realizar buscas na propriedade para tentar localizar vestígios do corpo da mulher de 39 anos, desaparecida há 11 meses. Auxiliaram nas buscas, cães farejadores do Corpo de Bombeiros de Curitibanos que atuaram na tragédia de Brumadinho (MG).

O GAECO e a Polícia Civil não irão se pronunciar no dia de hoje. O Ministério Público só irá se pronunciar através de uma nota oficial à imprensa. Eles não irão dar nenhuma entrevista coletiva.

Seguimos aguardando o desfecho desta história.

Com informações Rádio Amanda de Rio do Sul


Comente