Alto Vale

Corpo de mulher que foi executada com vários tiros no PR foi velado e sepultado no Alto Vale

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

O corpo de Ana Campestrini, de 39 anos, foi velado hoje, quarta-feira (23) em Lontras, no Vale do Itajaí. A mulher foi executada a tiros por um motociclista quando chegava em casa na terça-feira (22) em Curitiba (PR), onde morava. A Polícia Civil investiga o caso.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

Segundo a família da mulher, que é daqui de Santa Catarina, a cerimônia de despedida ocorreu desde às 9h na Capela Mortuária da cidade. Um culto de corpo presente foi marcado para às 16h30, seguindo para o sepultamento no cemitério municipal.

Mayara Danker, amiga de Ana desde a infância, disse que ela “tinha um coração enorme”. Sempre que visitava os familiares em Santa Catarina, a vítima fazia questão de encontrar Mayara e a irmã dela, com quem tinha uma amizade de mais de 30 anos.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

“Ela sempre estava com sorriso no rosto, sempre alegrando todos aos seu redor”, conta.

Ana deixa três filhos, de 9, 11 e 17 anos. Segundo a polícia, ela trabalhava como empregada doméstica, estava em um relacionamento com uma mulher e foi casada por 17 anos. Há 4 anos havia se separado do ex-marido e buscava na Justiça a guarda dos filhos.

Segundo a delegada Tathiana Guzella, que investiga o caso, a pessoa que matou Ana agiu de forma cruel. Foram encontrados 14 estojos de arma calibre 9 milímetros no local do crime (veja o vídeo abaixo). Após o crime, o atirador retornou pelo mesmo caminho que chegou, o que aponta que não estava no local casualmente.

A Polícia Civil informou que apura o caso para identificar e prender o suspeito. Em caso de informações, moradores podem entrar em contato com a Polícia Civil para denúncias que auxiliem na identificação do suspeito.

Texto: G1 SC / (Fotos: Tiago Silva/ RIC Record TV Curitiba) / Vídeo: RicMais


Comente