Santa Catarina

Criança de 5 anos é estrangulada e morta em SC

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Uma criança de 5 anos foi encontrada morta com sinais de estrangulamento em Guaramirim, no Norte de Santa Catarina. O principal suspeito do crime é o pai, de 39 anos.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

O crime ocorreu no condomínio fechado Brisa do Valle, que fica na rua  Lauro Zimermann, bairro Escolinha. A Polícia Militar foi acionada às 11h55 deste sábado (12) para atender à ocorrência.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

Segundo Edson Jesus da Silva,  major da Polícia Militar de Guaramirim, o pai da criança ligou para um vizinho do condomínio que, por sua vez, ligou para a PM.

Quando os policiais chegaram no local encontraram a menina morta e o pai com cortes de faca nos pulsos e no pescoço com hemorragia externa. O homem foi conduzido ao  hospital, recebeu o atendimento e logo depois foi levado para Delegacia de Polícia de Jaraguá do Sul.

Segundo informações que o major Edson conseguiu no local, os pais da criança eram separados e a menina estava passando o fim de semana com o pai. Havia guarda compartilhada. A mãe morava em Guaramirim em outra casa.

“Filme de terror aqui”, descreveu o major Edson, que esteve no local do crime. Muitas pessoas estavam no local início da tarde deste sábado.

Segundo o major, quando a mãe chegou ao local ela gritou “eu sabia que ele ia fazer isso, eu já tinha avisado”.

Logo em seguida, chegou a filha mais velha do homem (de outro casamento) dizendo que isso tudo era “coisa da cabeça da mãe”.

A identidade do homem foi não revelada. De acordo como síndico, a família mora há três anos no condomínio. Há pelo menos quatro meses, os pais haviam se separado. Vizinhos também disseram que o homem era  mecânico e que estaria desempregado nos últimos tempos.

Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e IGP estiveram no local do crime. O IGP estava realizando a perícia no corpo da menina e na casa no início da tarde deste sábado. Informações preliminares são de que a criança já estava morta há um tempo.

Polícia Civil assumiu a investigação do caso.

Fonte: ND Mais


Comente