Alto Vale

Dupla de São Paulo aplicava golpes no Alto Vale

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), em Florianópolis, negou habeas corpus solicitado pela defesa de um homem acusado de praticar do chamado “golpe do motoboy” ou “golpe do cartão”. Ele e um comparsa tiveram a prisão preventiva decretada pela comarca de Rio do Sul após investigação policial que identificou indícios da participação dos dois em golpes registrados nas últimas semanas.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

Com a dupla, que é de São Paulo, foram encontrados diversos cartões de crédito das vítimas e também a máquina para realizar as transações financeiras. Em Rio do Sul, eles faziam um rodízio entre hotéis para pernoitar e dificultar o trabalho policial. Eles agora responderão pelo crime de estelionato.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

No pedido encaminhado ao TJSC, julgado pela 5ª Câmara Criminal, um dos homens apontou ausência de provas suficientes de autoria e sustentou que era apenas “motorista” do outro acusado. Afirmou ainda ter residência fixa, trabalho lícito, e pediu a revogação da prisão alegando compor grupo de risco da Covid-19.

No entanto, de acordo com desembargador Antônio Zoldan da Veiga, relator da apelação, a defesa não apresentou nenhuma prova concreta de que o acusado corre algum risco de saúde. “Aparentemente”, disse o relator, “é saudável e não está inserido no grupo de risco da Covid-19”. A decisão para manter a preventiva do acusado foi unânime.


Comente