Alto Vale

Estátua de Nossa Senhora de Lourdes deve ficar pronta nos próximos meses em Ituporanga

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A estátua gigante de Nossa Senhora de Lourdes que terá mais de 40 metros de altura e será uma das maiores do país deve ficar pronta nos próximos meses. Ela será um dos atrativos do Santuário do Louvor que está sendo construído próximo à Gruta de Nossa Senhora de Lourdes em Ituporanga.

O projeto contará ainda com uma estátua da santa Bernadete de 12 metros, um rosário de 50 metros e uma cruz com 90 metros. O investimento total no complexo que deve ser entregue no final de 2021 será de cerca de R$12 milhões.

De acordo com o empresário Silvio Prim que anunciou a obra no início desse ano, o empreendimento conta com todos os alicerces prontos, e a capela está sendo construída. Segundo ele, a santa já está com toda a ferragem e o próximo passo é coloca-la sobre a capela. “Em praticamente 30 dias já vai estar em cima do pedestal, a 40 metros de altura, aí vai ser injetado concreto nela.

A parte do busto para cima já foi injetado concreto e ela está no chão. Agora vamos montar os outros 30 metros e aí injetar o concreto, colocar em cima e fazer a colagem dos dois porque não dá para montar inteira, é muito alto.

Vamos montar em duas etapas, então a santa eu acredito que já vai estar pronta em seis meses. Só que o empreendimento não é só a santa, o projeto é bem maior. Eu vou ter que fazer o asfalto na estrada, fazer a santa Bernadete que também vai ficar pronta praticamente no mesmo tempo e aí vai ter alguns outros trabalhos, mas eu quero acreditar que até o final do ano que vem vai estar pronto”, destaca.

Prim ressalta ainda que o projeto conta com a estátua Nossa Senhora de Lourdes com 40 metros de altura, a santa Bernadete com 12 metros e uma cruz cujo objetivo é atender todos os tipos de religião. Além disso, o empreendimento comporta um rosário de aproximadamente 50 metros de altura, no início da escadaria que segundo ele terá mais de mil degraus.

O projeto mostra ainda que cada patamar terá bancos com estátuas de santos com altura mediana (1,80) a cada lado, até o topo do morro. “Lá em cima vai ter a santa Bernadete que estará de joelhos olhando para a Nossa Senhora. O patamar aos pés da santa vai ter capacidade para 80 a 100 pessoas, mas em baixo vai ter mirante, vai ser muito bacana, um projeto muito bonito. Nós vamos asfaltar a estrada para ônibus possam ter melhor acesso”, completa.

Parceria com Poder Público

Para Silvio Prim este é um momento de planejamento. Ele afirma que o próximo gestor do município terá que preparar Ituporanga para quando a obra for entregue, já que a cidade fará parte do turismo religioso. Ele diz também que a partir do projeto o comércio deve ser fortalecido e que muitos empregos serão gerados. “O poder público precisa se envolver em trazer o turista para cá, então quem ganhar a prefeitura de Ituporanga vai ter o trabalho de conversar com os outros prefeitos para trazer os grupos de idosos, eles passeiam bastante, tem boa condição financeira. Só que o município vai precisar se preparar para isso com hotéis, restaurantes, lojas, e aquelas coisas todas que o turista gosta de comprar e nós vamos ter que ter pessoas preparadas para atender o turista, então o poder público vai ter que preparar o município muito bem”, comenta.

Como surgiu a ideia

Silvio conta também que no início a ideia era fazer só a estátua da santa e que o investimento seria menor, mas acabou desistindo por alguns problemas. Após um ano ele decidiu retomar o projeto e depois de ouvir outras ideias, o que antes custaria cerca de R$500 mil se transformou em R$12 milhões. Mas não foi somente com o propósito de inovar e embelezar a cidade que o empresário deu segmento à obra, o que o motivou foi a fé. “Eu sempre fui devoto de Nossa Senhora de Lourdes. Fiz aquela santa em Laurentino, a estrutura de ferro e eu achei aquilo bonito, lembrei de fazer uma aqui em Ituporanga, mas era um sonho, aí eu passei um dia ali por cima desse morro ali e vi que dava para colocar uma Santa bonita também. A coisa tomou uma proporção infinitamente maior que a gente iniciou. Nós pensávamos em gastar R$500 mil para fazer a santa e hoje nosso empreendimento está avaliado em R$ 12 milhões”, explica.

Questionado sobre o que o levou a construir a santa em Ituporanga, ele afirmou que quer inovar e trazer algo diferente para a cidade. “É fácil você copiar uma empresa que está ganhando dinheiro, se tiver boa vontade e determinação, qualquer pessoa faz. Eu quero ver é inovar, trazer algo diferente que não é feito, é isso que eu quero fazer por Ituporanga. Ituporanga era uma cidade até o santuário, depois do santuário vai ser outra cidade, posso dar certeza disso”, finaliza.


Comente