Vale do Itajaí

Ex-candidato a vice-prefeito no Vale do Itajaí é encontrado morto com golpes de faca

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Cristóvão Muller (51 anos), que já foi candidato a vice-prefeito de Luiz Alves, em 2008, foi encontrado morto em sua residência, no Braço Elza, em Luiz Alves, na tarde desta segunda-feira, 31. O delegado da Polícia Civil, Arlindo Artener Júnior, disse que há, ao menos, seis golpes de faca no corpo de Cristóvão – que morava sozinho. A Civil instaurou inquérito para investigar o homicídio.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

Em análise inicial, o Instituto Geral de Perícias (IGP) apontou que a morte ocorreu no domingo, 30.  Ainda não há suspeitos e nem uma possível motivação para o crime. O velório de Cristóvão vai acontecer no Salão da Capela Cristo Rei, no Braço Elza, nesta terça-feira, 1º de junho, de onde o cortejo fúnebre seguirá para o Cemitério Municipal.  

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

Cristóvão trabalha em uma empresa de artefatos de cimento da família, que manifestou pesar pela morte. “Nossa empresa está de luto, perdemos hoje uma pessoa muito importante do nosso convívio de trabalho.  Uma morte estúpida e cruel. Que Deus dê o descanso eterno  ao nosso colaborador e amigo Cristóvão Muller e a família conceda alívio ao coração. A saudade será eterna e a presença não poderá mais ser sentida, mas as lembranças dos bons momentos vividos será um conforto que permanecerá conosco”, postaram na internet.

Como Cristóvão não foi trabalhar, os familiares e colegas de trabalho resolveram ir até a residência, onde localizaram o corpo e acionaram as autoridades policiais.

O prefeito da cidade, Marcos Pedro Veber, também lamentou a morte. “Com profunda tristeza e pesar, me solidarizo com a família de Cristóvão Muller, vítima de um crime brutal. Uma pessoa do bem e amigo de muitos Luizalvenses.  Me entristece saber que um crime dessa natureza, tenha ocorrido em nosso Município. Ao Cristóvão, minha eterna gratidão. Que Deus acalente amigos e família nesse momento de dor”.

Fonte: Adjori SC / Jornal do Comércio

Comente

banner-delta-ativa