SC

Filho confessa assassinato do próprio pai, achado amarrado em SC

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Um jovem de 19 anos confessou ter matado o próprio pai a facadas e, depois, enforcado ele. O caso aconteceu em Tijucas, na Grande Florianópolis, na noite de terça-feira (28). O filho foi encontrado com o carro do pai em Porto Belo.

Segundo a PM (Polícia Militar), o jovem confessou ter usado cocaína e afirmou que foi até a casa do pai, de 56 anos, naquela noite. Foi então que assassinou o homem com uma facada no abdômen e o enforcou, conforme o relato.

Em seguido, o filho disse que foi para Porto Belo com o carro do pai e, segundo a PM, alegava estar sendo perseguido. Ele foi preso e encaminhado à delegacia de Tijucas.

Dentro do carro, a polícia encontrou R$ 23.792 em espécie e cerca de uma grama de droga, além de duas facas. Uma delas, inclusive, teria sido usada no homicídio, segundo a confissão do rapaz para a PM.

A Polícia Civil confirmou que o pai do rapaz foi encontrado morto em casa na noite de terça-feira (28).

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

Corpo encontrado

O corpo da vítima, um homem de 56 anos, foi achado no próprio quarto na noite desta terça-feira (28), no bairro Joaia, em Tijucas. Ele estava com as mãos amarradas, as calças abaixadas e uma sacola na cabeça.

A Polícia Militar foi acionada por um amigo e familiares da vítima por volta das 22h, para atender a ocorrência na rua Inês Witkoski.

O amigo informou aos agentes que por volta das 20h foi até a casa da vítima e a chamou por diversas vezes, além de tentar contato por telefone, sem resposta. Como o homem costumava ingerir bebida alcoólica, o amigo saiu a procura dele em bares da região, mas não o encontrou.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

Os filhos da vítima também foram questionados sobre o paradeiro do pai, mas não souberam informar ao amigo. Desconfiado do sumiço, ele pulou o muro e entrou na casa onde a vítima morava. Na porta da geladeira estava escrita a seguinte frase: pedófilo é forca.

Na geladeira – Foto: PMSC/Divulgação/ND

Foto: PMSC/Divulgação/ND

Na sequência, os filhos e o amigo se depararam com o corpo do homem no chão do quarto com as calças abaixadas e de cueca, segundo o major Favoretto, da PM de Tijucas. O carro dele não foi encontrado no local.

De acordo com o delegado Aderlan Angelo Camargo, da Polícia Civil, a motivação do homicídio pode envolver questões financeiras. A causa da morte ainda não foi confirmada, mas a suspeita é de que tenha sido por asfixia. O caso está sendo investigado.

Fonte: ND+


Comente