SC

Homem contrata carro de som para encontrar uma namorada em SC

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Um homem de 34 anos contratou os serviços de um locutor e de um carro de som para encontrar uma namorada em Chapecó, no Oeste catarinense.

Nas redes sociais, o vídeo que viralizou mostra o momento em que o veículo passa pelas ruas da cidade anunciando o desejo de Cleomar de Jesus Abreu.

“[…] Ele quer conhecer uma mulher para um relacionamento sério, construir uma família e ser feliz. Ele é trabalhador, romântico, determinado, respeitador, sensível e honesto”, diz a mensagem.

O radialista e dono do veículo, Dema Alberto, conta que conheceu Cleomar no residencial em que mora. Mais conhecido como “Maranhão”, o homem trabalha como pedreiro em uma obra próximo da casa de Dema.

Na quarta-feira (20), o solitário Cleomar chamou o locutor e fez um pedido. No mesmo dia, o radialista veiculou a mensagem por 20 minutos.

Veículo circulou por volta de 20 minutos pelas ruas de Chapecó (SC) com a menagem de Cleomar — Foto: Dema Alberto/Reprodução
Foto: Dema Alberto/Reprodução

“Ele me disse que havia vindo do Maranhão para Chapecó há um tempo e que se sentia sozinho. Perguntou se eu daria uma força pra ele conseguir uma namorada. Na hora eu falei que durante o programa romântico eu faria a divulgação. Mas ele me pediu para que isso fosse feito no carro de som”, relembra.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

O radialista chegou a explicar para Cleomar que esse não era o tipo de serviço que ele fazia, mas diante da insistência do pedreiro, o locutor acabou cedendo.

“Eu montei um texto, coloquei um fundo musical e mostrei pra ele. E ele aprovou. Passando em determinada rua, alguém filmou, achou engraçado e colocou nas redes sociais. Viralizou. Um amigo que me alertou, mas eu não esperava tanta repercussão”, explica.

Dema conta que esse tipo de mensagem não é comum em Chapecó, mas que fez isso para ajudar o amigo. Após a repercussão do vídeo, o radialista afirma que o pretendente recebeu inúmeros contatos de mulheres interessadas em conhecê-lo.

“É uma pessoa que conheço, uma pessoa do bem. Por isso fiz isso. A finalidade foi para que ele conhecesse alguém, que, de repente eu passando em frente alguma casa, alguém estivesse também se sentido só e buscando o que ele tá buscando, que é conhecer alguém. Mas confesso que eu não esperava tudo isso”, conclui o radialista.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

Fonte: G1 SC


Comente