Santa Catarina

Jovem que morreu carbonizada será sepultada quase 30 dias após a morte em SC

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

O corpo de Mauriceia Estraich, de 22 anos, será sepultado nesta sexta-feira (23), em Descanso – no Oeste catarinense, quase 30 dias após morrer carbonizada em um incêndio que atingiu a casa dela. Desde o falecimento, o corpo estava no Instituto Médico Legal (IML) de São Miguel do Oeste, onde passou por exame cadavérico.

Faça parte do nosso grupo de Notícias no WhatsApp, clique Aqui!

O suspeito de causar o incêndio que matou a jovem carbonizada tinha desavenças com a jovem. A revelação foi feita pelo pai da vítima, Ermindo Estraich. O investigado pelo crime está preso temporariamente desde 29 de março, um dia após o incêndio. A Polícia Civil, que não revelou a ligação entre os envolvidos, trata o caso como feminicídio.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

O caso ocorreu na madrugada de 28 de março. A vítima foi encontrada morta, pela manhã, dentro da residência em que morava com o companheiro. O fogo teria se espalhado rapidamente na parte de madeira da casa, conforme a ocorrência. O cônjuge dela não estava no local e não é considerado suspeito. Segundo a polícia, ele dormia na casa do pai dele. Responsável pelas investigações, o delegado Cléverson Luis Müller disse que o caso é tratado com sigilo, mas adiantou que nenhuma hipótese foi descartada até o momento.

Fonte: ClicRDC e NSC


Comente