Ibirama

Letreiros e crucifixos são furtados de cemitério no Alto Vale

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Mais uma vez, o cemitério da comunidade da Serra São Miguel em Ibirama foi alvo de criminosos. No fim de semana, quase todos os túmulos do cemitério tiveram os letreiros furtados.  As cercas de120 jazigos foram alvo dos criminosos, que chegaram a danificar algumas lápides. O cemitério, que é simples e bem conservado, está localizado atrás da Capela São Miguel, às margens da BR-470, o que facilita a ação de criminosos.

RECEBA NOTÍCIAS EU SEU WHATSAPP, CLIQUE AQUI

A situação de alguns túmulos revoltou a comunidade local, onde as famílias que mantêm jazigos, foram surpreendidos com uma cena lamentável no último fim de semana: letras, crucifixos e outros objetos de feitos em metal – como alumínio, chumbo e bronze, haviam sido removidos das lápides. No local, ainda restavam algumas letras espalhadas pelo chão e algumas fotografias danificadas.

RECEBA NOTÍCIAS DO ALTO VALE E SANTA CATARINA PELO TELEGRAM

De acordo com a moradora da localidade, Solange Nunes da Silva Vieira, a Moa – que é vereadora em Ibirama, esta já é pelos menos a teceria vez que acontecem furtos no local. “A situação é revoltante. Chegaram a desligar os disjuntores de energia na Capela São Miguel, para que não houvesse nenhuma iluminação ou vigilância. Só nos demos conta nesta segunda-feira, dia 18 do ocorrido”, disse, Moa, que avisou algumas pessoas da comunidade sobre o furto.

O furto revoltou as famílias, que foram ao cemitério para avaliar os danos na tarde de segunda-feira. Foi lavrado um Boletim de Ocorrência (B.O.). “Pelo menos três sepulturas não foram danificadas. Da outra vez, levaram um crucifixo do túmulo da família”, conta.  

Os furtos são frequentes no local. Além do cemitério, a Casa Mortuária Ana Julia Pietrasck, que foi inaugurada em agosto, também já foi alvo de ladrões em outra ocasião. Eles levaram uma pia em alumínio e extintores de incêndio.

Fonte: Rede Vale Norte de Comunicação / Marcelo Zemke


Comente