Santa Catarina

Mãe dá à luz trigêmeos e é intubada por Covid-19 em SC

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Em agosto de 2020, Caroline Grimaldi Gotardo, de 39 anos, e o esposo Irno José Gotardo, 43 anos, moradores da linha Três Coqueiros, de Maravilha, no Oeste de Santa Catarina, descobriram que a família iria aumentar. O casal, que já tem três filhos, levou um susto ao descobrir a gestação. A surpresa foi maior ainda quando descobriram que Caroline estava grávida de trigêmeos.

Faça parte do nosso grupo de Notícias no WhatsApp, clique Aqui!

“Foi uma gravidez que nos pegou de surpresa, ainda mais por ser trigêmeos. Quando fizemos a primeira ultrassom mostrou que eram dois e levamos um baque. Na segunda ultrassom, 15 dias depois, descobrimos que eram três e levamos mais um susto. Apesar da apreensão e preocupação, foi motivo de muita alegria para nossa família”, conta o pai.

Mesmo com o susto, Alice, Manuela e Theo já são aguardados para completar a família com os irmãos mais velhos, Gustavo Grimaldi Gotardo, de 16 anos, Giovana Grimaldi Gotardo, de 11 anos e Ana Lívia Grimaldi Gotardo, de pouco mais de 1 ano de idade.

Gravidez de risco

Por ser uma gravidez de risco, Caroline era acompanhada de perto para garantir a segurança dela e dos bebês. Quando completou 27 semanas, ela foi internada no HRO (Hospital Regional do Oeste), em Chapecó, para verificar se estava tudo bem com os bebês.

Uma semana depois foi liberada, uma vez que com a superlotação nos hospitais, a intenção era manter a mãe segura. Na semana seguinte Caroline retornou para casa e no outro dia apresentou febre, dor de garganta, tontura e falta de ar.

Ela e o esposo foram procurar atendimento em Maravilha. O exame para Covid-19 foi realizado e deu positivo, além dela, apenas a pequena Ana Lívia testou positivo, mas em dois dias se recuperou bem.

Nascimento prematuro

Com 30 semanas a mãe foi internada novamente no HRO. Os trigêmeos nasceram na última quarta-feira (24) e um dia depois, na quinta-feira, Caroline precisou ser intubada em decorrência da Covid-19.

Os recém-nascidos estão internados na incubadora, mas segundo o pai, estão estáveis e reagindo bem. Irno poderá conhecer os trigêmeos na tarde desta segunda-feira (1º), quando foi liberada a visita.

A família precisa de ajuda

Caroline segue na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) onde permanece intubada e a família está precisando de ajuda. Irno, que é autônomo, está há três semanas em casa para ajudar a esposa e prevê que esse período será estendido, uma vez que Caroline precisará de auxílio para cuidar dos trigêmeos quando retornar para casa.

De acordo com Irno, a esposa começou a apresentar melhoras no pulmão, mas teve alguns problemas com os rins. A expectativa da família é que o quanto antes a mãe e os trigêmeos possam voltar para casa em segurança. Testes foram realizados nos recém-nascidos e o resultado foi negativo para Covid-19.

“De imediato vamos precisar de doações de fraldas e ajuda financeira, mas neste primeiro momento minha maior preocupação é com a saúde da minha esposa e dos bebês. Quero poder vê-los bem”, afirma Irno.

Saiba como ajudar

Quem puder e desejar ajudar a família pode depositar qualquer valor em alguma das contas no nome de Irno José Gotardo, CPF 924.035.229-53. 

  • Sicoob: Agência 3032; Conta: 1316087
  • Caixa Econômica Federal: Agência: 1077; Operação: 1288; Conta: 809129777-5
  • PIX: 49988030447


Comente