Brasil

Michael Schumacher: o que se sabe do estado de saúde do ex-piloto de F1

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Piero Ferrari, filho de Enzo Ferrari, fundador da escuderia italiana, comentou em entrevista à “La Gazzetta dello Sport” sobre o estado de saúde do ex-piloto Michael Schumacher. O empresário disse que o heptacampeão da Fórmula 1 “não está morto, mas não se comunica”.

“Tive o prazer de ter o Schumacher como hóspede em casa e de beber uma garrafa de vinho tinto juntos: ele gostava muito desses momentos de intimidade e tranquilidade. Era uma pessoa simples, clara, precisa, uma personalidade muito linear”, relembrou Piero durante a entrevista.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

“Lamento que falemos dele hoje como se estivesse morto. Schumacher não está morto, mas não consegue se comunicar”, afirmou.

Entenda o caso

Em uma raríssima entrevista concedida ao portal Race FansCorinna Schumacher, esposa do ex-piloto de Fórmula I, Michael Schumacher, falou sobre o estado de saúde do heptacampeão que se acidentou quando esquiava nos alpes franceses em 2013.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

“Todo mundo sente falta de Michael, mas Michael está aqui. Diferente, mas ele está aqui, e isso nos dá força, eu acho”, disse. 

Corina também afirmou que Schumacher continua recebendo tratamentos para as lesões do acidente. “Moramos juntos em casa, fazemos terapia, fazemos tudo o que podemos para deixar Michael melhor e para que ele se sinta confortável e simplesmente para fazê-lo sentir nossa família, nosso vínculo. E não importa o que aconteça, farei tudo o que puder. Todos nós iremos”, disse a alemã casada com o ex-piloto desde 1995. 

“Estamos tentando continuar como família do jeito que Michael gostava”, acrescentou. “Estamos seguindo com nossa vida. ‘Privado é privado’, ele sempre dizia. É muito importante para mim que ele possa continuar a desfrutar de sua vida privada tanto quanto possível, Michael sempre nos protegeu, agora estamos protegendo Michael”, argumentou sobre o motivo de a família raramente dar declarações sobre o estado de saúde do ídolo. 

Mick Schumacher, filho caçula do ex-piloto que estreou na F1 neste ano, também falou sobre o pai. “Acho que meu pai e eu nos entenderíamos de uma forma diferente agora, simplesmente porque falamos uma linguagem semelhante, a linguagem do automobilismo, e sobre o qual teríamos muito mais o que conversar. E é aí que minha cabeça fica na maior parte do tempo, pensando que seria muito legal. Eu desistiria de tudo só por isso.” 

Fonte: SCC10/Exame


Comente