Mundo

Mulher descobre que dormiu por dois meses com um cadáver ao seu lado

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Você já imaginou dormir com um cadáver ao lado? No mínimo assustador, mas foi isso que aconteceu com Reagan Baylee, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A moradora de um prédio revelou em um vídeo que viralizou no TikTok que estava dormindo “ao lado” de um cadáver há pelo menos dois meses e não tinha ideia disso.

A mulher começou a perceber um cheiro estranho, que a fazia passar mal. Algum tempo depois ela descobriu do que se tratava esse cheiro.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

O vídeo compartilhado na plataforma no sábado (16), de acordo com o jornal The Mirror, atingiu rapidamente a marca de mais de 8 milhões de visualizações.

“Eu estava tendo dores de cabeça, não estava dormindo durante a noite e me sentia muito enjoada. Honestamente, todos nós meio que passamos por isso. Eu me sentia um pouco solitária e ficando um pouco louca na quarentena, assim como todo mundo”, explicou.

Reagan pensou em várias possibilidades que pudessem ser o motivo do mal cheiro.

“Sinceramente, minha melhor descrição desse cheiro era um peixe morto, então pensei que talvez um pássaro tivesse pego um peixe, mas é a coisa mais estúpida de todas porque não tem lagos perto de casa. Comecei a pensar que o cachorro do vizinho tinha morrido ou que algo tinha acontecido. Fiquei preocupada, mas a proprietária disse que ela não poderia simplesmente incomodar os outros moradores”, disse.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

Segunda opinião

Depois da proprietária se recusar a conversar com os vizinhos sobre o mal cheiro, a mulher decidiu chamar o namorado para pedir uma segunda opinião sobre o assunto, pois Reagan estavam persentido que algo estava errado.

Mas o namorado também começou a sentir náuseas e dificuldade para dormir por conta do cheiro forte. Foi aí que ela resolveu acionar a polícia.

“Consultei a polícia e eles me disseram que após 48 horas, se a proprietária não resolvesse, eu poderia chamá-los novamente. E foi aí que as coisas ficaram loucas. Senti que eu estava em uma missão porque ninguém estava me ouvindo”, desabafou. “A proprietária ficou chateada comigo por ter incomodado meus vizinhos e me deram um aviso dizendo que não posso assediar as pessoas no prédio“, continuou.

Funcionário tentou checar a situação

Reagan continuou insistindo e conseguiu convencer a dona do imóvel a mandar um funcionário da manutenção para analisar a situação, porém o homem nem conseguiu subir as escadas por causa do cheiro.

“Ele subiu as escadas e começou a vomitar. Ele arrancou a máscara e disse ‘Vou pegar a chave mestra, alguém está morto’. Eu imediatamente comecei a surtar porque pela primeira vez em semanas eu não me senti louca”, lembrou.

O funcionário não voltou mais e Reagan acionou novamente a polícia para investigar o apartamento ao lado. De acordo com ela, quando as autoridades abriram a porta, havia um cadáver. Existia uma grande quantidade de insetos no local.

“Para encurtar a história, eles disseram que este foi o pior corpo decomposto que eles já encontraram e que eles já tinham visto muitos corpos assim. Não vou entrar nos detalhes, mas já era praticamente um esqueleto”, disse.

Fonte: OCP News


Comente