Santa Catarina

Mulher mata cunhado para defender irmã, em Santa Catarina

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Um homem, de 35 anos, morreu após ser esfaqueado na noite deste sábado (9) em Brusque, no Vale do Itajaí. A principal suspeita do crime é a cunhada da vítima.

O caso ocorreu por volta das 19h30, no bairro Santa Luzia. A Polícia Militar foi até o local após uma ligação que dizia que “para defender a irmã de ser agredida, a solicitante havia deferido algumas facadas no cunhado”.

Ao chegar no local, a polícia encontrou o homem caído no chão e com diversas perfurações pelo corpo. Equipes do Corpo de Bombeiros Militar e do Samu foram acionadas, mas ele já estava sem vida.

Moradores da região, então, informaram à polícia que os suspeitos haviam fugido em um carro. A PM passou a fazer buscas e encontrou o veículo a cerca de 5 km do local do crime. Nele estavam dois homens e uma mulher, de 31 anos, que informou ser a cunhada da vítima e responsável pelas facadas.

Facadas foram para defender a irmã, diz suspeita

Em depoimento, ela informou que, durante a manhã, o homem teria discutido e agredido a irmã dela, além de quebrar uma porta da casa. Já a tarde, após consumir drogas, o homem teria retornado ao local e ameaçado a mulher de morte.

Foi neste momento que a suspeita teria entrado em casa e pego a faca. Ao voltar ao local, ela viu a irmã e o cunhado brigando e, para defender a mulher, acabou o esfaqueado quatro vezes. Ela também teria dito à polícia que a vítima tentou a agredir com um capacete.

A mulher da vítima e irmã da suspeita foi ouvida pela polícia e confirmou as ameaças.

Após as buscas, os policiais encontraram os objetos utilizados no crime – dois pedaços de pau e uma faca. Todos os envolvidos foram encaminhados à Delegacia da Policia Civil de Brusque, que deve investigar o caso.


Comente