Alto Vale

Município do Alto Vale está na lista das melhores cidade para se viver depois dos 60 anos em SC

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Blumenau é a segunda melhor cidade para se viver depois dos 60 anos em Santa Catarina, atrás apenas de Florianópolis, afirma a segunda edição do Índice de Desenvolvimento Urbano para a Longevidade (IDL).

+ Faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp, acesse aqui!!

A pesquisa do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon com metodologia da Fundação Getúlio Vargas aponta que Blumenau está na 25ª colocação entre os 300 maiores municípios brasileiros analisados. Entre os menores, Rio do Sul ganha destaque.

Neste ano foram avaliados 876 dos mais de 5.500 municípios do país. São expostos pontos positivos e negativos para dar conhecimento e servir de embasamento às ações de promoção da longevidade com qualidade de vida. Os 50 indicadores são divididos em sete variáveis: Cuidados de Saúde; Bem-Estar; Finanças; Habitação; Cultura e Engajamento; Educação e Trabalho; e Indicadores Gerais.

— O papel do IDL é muito além de ser um ranking. Ele é uma ferramenta prática que contribui diretamente para que os gestores públicos desenvolvam políticas que melhorem a qualidade de vida nas cidades e para que os empresários identifiquem oportunidades de ofertas de produtos e serviços que atendam essa mesma demanda — explica Henrique Noya, diretor-executivo do instituto.

Entre os pontos mais fortes de Blumenau estão a educação e o trabalho. A nota da cidade neste quesito é a mesma do primeiro colocado nacional (São Caetano do Sul/SP): 86. Já as principais questões a serem melhoradas envolvem a habitação (entre elas o acesso à rede de esgoto e lares para idosos).

Nos indicadores gerais, a cidade supera a primeira colocada nacional com 95 de desempenho. São Caetano tem 89 pontos. São dados como as taxas de homicídio por arma de fogo, de acidentes e de desemprego.

Preparo satisfatório

No ranking nacional, Blumenau é a 25ª melhor cidade para se viver depois dos 60 anos e 16ª para os acima de 75. Balneário Camboriú surge na sequência, na 26ª colocação. Ao analisar apenas os municípios catarinenses, Blumenau está em 2º lugar. Balneário Camboriú e Itajaí em terceiro e quinto, respectivamente.

Nas cidades consideradas pequenas (menos de 100 mil habitantes), Rio do Sul está atrás de Concórdia, sendo a 2ª de Santa Catarina e a 31ª na lista dos 596 municípios menores. Rio do Sul se destaca pela educação e trabalho.

Quando se trata de cuidados de saúde, é uma das 25 cidades com maior oferta de médicos e uma das 30 com maior oferta de profissionais de psicologia. Por outro lado, o número de acidentes de trânsito com mortes preocupou os pesquisadores.


Comente