Santa Catarina

Pastor encomenda assassinato da esposa para ficar com amante em SC

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A Polícia Civil confirmou nesta quinta-feira, 22, que Joedison dos Santos, o pastor Jota, encomendou o assassinato da esposa Mariane Kelly dos Santos, de 35 anos, para ficar com a amante. Além dele, outras quatro pessoas foram presas e um adolescente conseguiu escapar.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

Mariane foi encontrada boiando no rio Itajaí-Açu no dia 9 de abril após passar cerca de 20 horas desaparecida. A vítima estava com mais de vinte perfurações de facas no corpo e com as mãos amarradas.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

Planejamento do crime

De acordo com a investigação, Jota, de 40 anos, planejou e coordenou o crime para ficar com os bens e o patrimônio da esposa. Ele contou com a ajuda da amante, que era vizinha do casal, e do genro dela. Ambos mataram Mariane após levá-la do trabalho.

Além dos três, outros dois suspeitos foram presos em Recife e um adolescente fugiu para a cidade pernambucana e não foi localizado. Cada um recebeu a promessa de um pagamento de R$ 2,5 mil. Jota foi preso em Itajaí, no bairro Cordeiros.

Com exceção do marido da vítima e do adolescente que não foi interrogado, todos confessaram o crime e deram detalhes à polícia. Nos próximos dias, as prisões temporárias devem ser convertidas em preventivas.

Fonte: Portal O Município


Comente