Mirim Doce

Pavimentação asfáltica entre Taió e Mirim Doce sairá do papel, diz Governo do Estado

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Importantes obras sairão do papel em Rio do Sul e região. O governador Carlos Moisés anunciou, durante solenidade no município nesta quinta-feira, 28, investimentos de R$ 209 milhões para uma série de ações. A maior parte dos recursos irá para a melhoria da infraestrutura, como o convênio para a execução do anel viário interligando a BR-470 e a SC-350, em Rio do Sul, e a pavimentação asfáltica entre Taió e Mirim Doce e entre Salete e Witmarsum.

RECEBA NOTÍCIAS EU SEU WHATSAPP, CLIQUE AQUI

“Fizemos uma gestão que economizou o dinheiro público, do cidadão, e agora consegue aplicar os recursos onde ele deve estar, que é nos municípios, onde a vida da população acontece. Somos um governo municipalista. Trazendo investimentos para as cidades as obras saem do papel. É uma parceria que dá certo. O sentido de governar é atender a população em suas prioridades”, enfatizou o governador.

RECEBA NOTÍCIAS DO ALTO VALE E SANTA CATARINA PELO TELEGRAM

Infraestrutura de qualidade

O anel viário em Rio do Sul será executado em parceria com a prefeitura, nos bairros Budag, Sumaré e Canoas, interligando a BR-470 com a SC-350. Serão reestruturadas as vias já existentes, com revitalização do pavimento, drenagens em diversos pontos e adequação de sinalização, bem como construção de obras de arte especiais (ponte) e seus acessos. O investimento será de R$ 20 milhões e os trabalhos devem ser licitados ainda neste ano.

O prefeito de Rio do Sul, José Eduardo Thomé, explica que o contorno viário será uma rota de trânsito importante para a agricultura, a indústria e o comércio, beneficiando toda a região. Conforme ele, há pelo menos 30 anos Rio do Sul discutia esta opção, além disso, há todo o interesse regional em criar rotas de expansão do trânsito de caminhões, tirando-os de regiões centrais ou com características mais residenciais. No entanto, pelo alto custo e falta de um projeto final, a vontade nunca saiu do planejamento e do sonho das pessoas.

“Este complexo de obras, como melhorias de ruas e uma nova ponte, permitirá o desvio de trânsito, sem a necessidade da passagem pela área central da cidade, reduzindo o fluxo de caminhões e ainda melhorando a mobilidade para os moradores de Rio do Sul. É um grande sonho que se tornará realidade”, enalteceu o prefeito.

Outra importante obra que sairá do papel é a pavimentação asfáltica entre Taió e Mirim Doce, com investimentos de R$ 22,44 milhões, em 14 quilômetros. O convênio foi firmado com os dois municípios.

A pavimentação asfáltica que liga o município de Salete ao município de Witmarsum também irá se realizar, após cerca de 30 anos de espera. No trecho de aproximadamente três quilômetros, o Governo do Estado vai investir R$ 7,88 milhões.

Foi autorizada ainda a licitação para recomposição funcional da SC-114, no trecho entre Salete e o entroncamento com a BR-470, em Pouso Redondo. O valor é de R$ 6 milhões.

Dentre os recursos autorizados pelo governador Carlos Moisés para a infraestrutura, o maior deles, de R$ 69 milhões, será para a conservação estrutural da malha rodoviária do Vale. O contrato para licitação inclui a reestruturação do contorno de Gaspar e da Rua Pedro Zimmermann, em Blumenau (SC-108), e o recapeamento da SC-410, no trecho entre Tijucas e Brusque. As obras serão licitadas.

Para Pouso Redondo, o governador anunciou a construção de uma ponte de concreto armado, visando o acesso ao Centro de Eventos Herança Tropeiro. O investimento será de R$ 1,8 milhão.

“São obras estruturantes. O governador elegeu a infraestrutura como prioridade Aqui no Alto e Médio Vale do Itajaí. São convênios para tirar demandas antigas do papel. São muitas as obras e investimentos do Governo do Estado para que possamos melhorar a mobilidade, proporcionar a integração regional e sobretudo gerar desenvolvimentos para essas importantes regiões de Santa Catarina”, destacou o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira.

Educação Especial

O governador oficializou o repasse de R$ 4 milhões para as Apaes de Agrolândia, Rio do Sul, Pouso Redondo, Salete, Witmarsum, José Boiteux, Presidente Getúlio e Rio do Campo. Os recursos serão aplicados em construção de novas sedes, reformas e ampliações, aquisições de equipamentos, mobiliários e transporte adaptado, entre outros.

O montante faz parte do maior investimento da história da inclusão de Santa Catarina. Já são mais de R$ 200 milhões em projetos aprovados que estão sendo disponibilizados para todas as regiões.

Desenvolvimento dos municípios

O governador Carlos Moisés confirmou a destinação de repasses diretos aos municípios: Agrolândia (R$ 6 milhões), José Boiteux (R$ 1,85 milhão), Mirim Doce (R$ 1,7 milhão), Rio do Campo (R$ 2,35 milhão), Rio do Sul (R$ 7,43 milhões), Salete (R$ 500 mil), Vitor Meireles (R$ 257,43 mil) e Witmarsum (R$ 1 milhão).  

As prefeituras utilizarão o recurso para investir em máquinas, infraestrutura, educação, saúde, esporte, tratamento de água, entre outras ações.

Água tratada

Durante o ato o governador autorizou por meio da Companhia Catarinense de Água e Saneamento (Casan), a licitação para a aquisição de reservatórios para água tratada para os municípios de Agrolândia (um reservatório), Rio do Sul (11 reservatórios) e Pouso Redondo (dois reservatórios). O investimento total é de R$ 20,73 milhões.

Melhorias para a educação

Para auxiliar nas atividades em sala de aula, o governador entregou 985 tablets e 86 climatizadores de ar condicionados para José Boiteux, Mirim Doce, Pouso Redondo, Presidente Getúlio, Rio do Campo, Agrolândia, Rio do Sul, Salete, Vitor Meirelles e Witmarsum, com investimentos de R$ 1,39 milhão.

Doação de imóvel

Atendendo ao pleito de Rio do Sul e da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi), o governador autorizou por meio da Secretaria de Estado da Administração a doação de imóvel, localizado na Rua Dom Pedro II, no Bairro Canoas, para a instalação da Secretaria de Obras/Serviços Urbanos e Agricultura, além da instalação do Centro de Imagens do Alto Vale do Itajaí e a Policlínica Regional de Saúde, que servirão de referência em saúde para o Alto Vale do Itajaí.

Crédito para Cravil

Ainda no ato, o Governo do Estado por meio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) autorizou a contratação de operação de crédito no valor de R$ R$ 34,7 milhões, para a Cooperativa Regional Agropecuária do Vale do Itajaí (Cravil).

Os recursos vão contribuir para ampliação de uma das unidades da cooperativa, contemplando infraestrutura civil e instalação de equipamentos para aumento da capacidade de recebimento, secagem e armazenagem de grãos, especialmente soja e milho. Também serão usados para a construção de galpões para armazenagem de insumos agropecuários fornecidos aos cooperados.

Nos últimos três anos, a agência de Santa Catarina alcançou a marca de R$ 2,54 bilhões em contratações nos mais variados segmentos do estado. “Neste mesmo período, no agronegócio chegamos a marca de R$ 588 milhões, destinados tanto ao pequeno produtor rural como às cooperativas de todas as regiões do estado”, comemorou o diretor financeiro, Vladimir Arthur Fey.

Autoridades no ato

Estiveram presentes no ato o deputado federal, Darci de Mattos, os deputados estaduais Jerry Comper, Mauricio Eskudlark, Marcos Vieira, Paulinha, Ricardo Alba, José Milton Scheffer, a primeira-dama do Estado, Késia Martins, chefe da Casa Civil, Eron Giordani, da Casa Militar, André Alves, secretário da Administração, Jorge Eduardo Tasca, presidente da Fundação Catarinense de Educação Especial, Janice Aparecida Krasniak, presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos, da Cidasc, Plinio de Castro, chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, David Christian Busarello, além de prefeitos da região, vereadores outras autoridades e comunidade.


Comente