Brasil

Polícia tenta negociação e rendição de Lázaro Barbosa no 16º dia de buscas

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

As buscas pelo serial killer Lázaro Barbosa, de 32 anos, entram no 16º dia nesta quinta-feira (24). Existe a expectativa de uma negociação entre a polícia e a defesa do acusado para uma rendição.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

Equipes policiais seguem procurando Lázaro por municípios no interior de Goiás ampliando de 10 km para 50 km com efetivo de mais de 200 homens o perímetro de atuação atrás do acusado. O objetivo da polícia é saturar a região para localizar Lázaro e encerrar o caso.

De acordo com as investigações, desde o início da fuga, Lázaro foi visto em quatro cidades e percorreu pelo menos 140 km. Nesse período, cometeu diversos crimes e desafiou centenas de policiais.

Caçada

A caçada começou após Lázaro ser apontado como responsável pela morte de quatro pessoas da mesma família, no dia 9 de junho, em Ceilândia, na região administrativa do Distrito Federal. Depois disso, ele iniciou a fuga pelo interior de Goiás.

A polícia apura se ele percorreu todo caminho a pé ou se contou com a ajuda de alguém com carro. Enquanto Lázaro não é preso, informações sobre ele não param de chegar. O disque denúncia da Polícia Civil já recebeu mais de três mil nos últimos quatro dias.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

Com a ampliação da área de buscas, as forças de segurança passaram a patrulhar a zona rural de Santo Antônio do Descoberto, que fica a 15 km de Girassol, onde foi montada uma base policial em uma escola municipal. Lázaro teria escapado e seguido para a região a nado após cruzar dois rios, o rio dos Macacos e o rio das Areias. Ele teria sido visto por moradores da região.

Força-tarefa

As equipes policiais também seguem na região de Cocalzinho de Goiás, onde a força-tarefa da perseguição a Lázaro faz buscas com lanternas e drones dentro da mata depois de mais uma denúncia.

Em paralelo às buscas, a força-tarefa aguarda resultado de perícia de materiais de locais pode onde Lázaro pode ter passado, e os policiais analisam imagens de uma câmera de segurança que flagrou um homem de mochila nas costas, andando pela rua de madrugada e que pode também ser um sinal da passagem do acusado.

Fonte: ND+


Comente