Brasil

Portaria apresenta novidades para a cultura da maçã

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Foi publicada ontem (29) no Diário Oficial da União as Portarias que atualizam o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para a cultura da macieira no país.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

Elaborado com base em estudos da Embrapa Uva e Vinho (RS) e da Embrapa Informática Agropecuária (SP), e validado por técnicos, especialistas e representantes do setor produtivo, o Zarc Maçã apresenta duas novidades: a unificação dos critérios técnicos utilizados nos estudos de zoneamento e o aumento da área de abrangência, com novas regiões com potencial climático para a produção.

A partir deste levantamento foram estabelecidos três tipos de regiões quanto ao acúmulo de frio hibernal: alto, médio e baixo. Estas definições foram cruzadas com as informações fenológicas da cultura, permitindo definir indicações de cultivo para as diferentes regiões climáticas, aptas ao cultivo da macieira.

Trimestre terá chuvas abaixo da média

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

Os meses de outubro, novembro e dezembro deverão ser de chuva abaixo da média em Santa Catarina, com precipitação mal distribuída e períodos de dias consecutivos com tempo mais seco, sobretudo nos meses de novembro e dezembro. O cenário é reflexo da atuação do fenômeno La Niña.

Quanto à temperatura, ela deve ficar acima da média no próximo trimestre. Em outubro e início de novembro, massas de ar frio ainda podem causar queda na temperatura à noite e episódios isolados de geada fraca ao amanhecer nas áreas mais altas do Planalto Sul. Mais uma vez aparece a influência do fenômeno La Niña, que favorece dias com grande amplitude térmica, ou seja, tardes ensolaradas e quentes, seguidas de noites mais frias para a época do ano.
Em novembro e dezembro as massas de ar quente serão mais atuantes e com maior duração. As madrugadas e início da manhã com temperatura baixa tornam-se eventuais. O setor de meteorologia da Epagri/Ciram alerta que entre outubro e dezembro os temporais ocorrem com mais intensidade e frequência, trazendo granizo e ventania para o Estado. A chuva pode ocorrer com totais mais significativos em curto intervalo de tempo. Por isso, a recomendação é o acompanhamento sistemático da previsão do tempo e dos avisos meteorológicos.


Comente