Brasil

Preço do leite tem alta ao produtor

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

O preço do leite ao produtor manteve sua trajetória de alta em junho, fechando em R$2,20 por litro na média nacional, aumento de 8,1% sobre o mês anterior. A maior alta foi observada em Goiás onde o litro alcançou R$ 2,26, avanço de 9,5% e o menor no Paraná com alta de 7% e o litro em R$ 2,14. Em relação a junho de 2020, o preço líquido nominal foi 45,4% maior. Os dados são do boletim do Centro de Inteligência do Leite, da Embrapa Gado de Leite.

O aumento no preço do leite combinado com as reduções nos preços do milho e do farelo de soja contribuíram para melhora na relação de troca leite/mistura. Em junho foram necessários 48,6 litros de leite para aquisição de 60 kg de mistura a base de milho e farelo de soja, 8,6 litros a menos que no mês anterior. Em relação a junho do ano passado houve alta. Naquele mês foram necessários 43,2 litros de leite para aquisição de 60 kg de mistura e em junho de 2019 eram necessários 33,4 litros.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

No varejo, o preço da cesta de lácteos teve alta mensal de 2,18%. Destaque para as altas no leite UHT (+4,03%) e no leite em pó (+2,03). Em 12 meses, a inflação no grupo de leite e derivados foi de 13,38%.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

As importações brasileiras de leite registraram volume de 70 milhões de litros, ficando 21,7% maiores em relação aos volumes importados em maio de 2021. As exportações também aumentaram em junho. O volume de 18,9 milhões de litros foi 9,4% superior ao registrado em maio e 152% maior em relação ao mesmo mês de 2020.

Fonte: AgroLink


Comente