Santa Catarina

Primeira vinícola subaquática do país é catarinense; confira

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A Prefeitura de Bombinhas no Litoral Norte de Santa Catarina, anunciou neste fim de semana que o município passou a integrar a rota do vinho com a primeira vinícola subaquática do Brasil.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

A sintonia entre serra e mar, fará com que Bombinhas seja a primeira cidade do Brasil, e uma das 10 do mundo, a ter uma vinícola subaquática. Tendência nos últimos anos, a técnica está sendo usada por várias vinícolas mundo afora.

A iniciativa é uma parceria entre o município, empresários locais e a associação dos vinicultores da serra catarinense, com o apoio da Deputada Estadual Paulinha, a novidade de nível mundial deve chegar em breve na cidade de Bombinhas.

“Com essa iniciativa, Bombinhas mais uma vez se destaca por proporcionar novas experiências turísticas e oportunizar novos negócios no município”, traz a nota.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

A expectativa é que até o mês de novembro os vinhos já estejam submergidos em uma área autorizada para este fim.

Rota do Vinho

No enoturismo, os destaques são as vinícolas da Serra Catarinense, que produzem vinhos e espumantes premiados nacional e internacionalmente, e o Roteiro Vale da Uva e do Vinho, no Vale do Contestado.

Conhecer vinícolas e degustar bons vinhos e espumantes são alternativas para o público interessado no enoturismo.

Os visitantes podem acompanhar o cultivo nos vinhedos, a produção do vinho, participar de sessões de degustação e, dependendo da época, assistir à colheita da uva durante visitas programadas e guiadas.

Destino SC: Onde ir?

– Vale do Contestado: com o Roteiro Vale da Uva e do Vinho (Videira, Tangará e Pinheiro Preto);
– Serra Catarinense: onde estão localizadas algumas das mais respeitadas vinícolas do Brasil (São Joaquim, Lages e Urubici). Aproveite para curtir o lindo visual que o inverno proporciona na região serrana, com geadas e neve;
– Sul do Estado: Urussanga (com farta gastronomia italiana em cantinas, adegas e restaurantes típicos) e Nova Veneza;
– Vale do Rio Tijucas: Nova Trento – a capital do turismo religioso que abriga o Santuário da Santa Paulina, a primeira santa canonizada do Brasil, também tem bons vinhos artesanais.

Fonte: ND+


Comente