Santa Catarina

RECOMEÇO: Após a reforma, a creche de SC onde ocorreu chacina volta a receber crianças

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Aos poucos a rotina de professores, pais e alunos da cidade de Saudades, no Oeste catarinense, volta ao normal. Nesta segunda-feira (24), as crianças da creche Pró-Infância Aquarela, que sofreu ataque no dia 4 de maio, são recepcionadas pelas educadoras. Na última semana, os alunos das demais unidades escolares voltaram as atividades de forma presencial.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

A unidade escolar passou por uma grande reforma depois da chacina que tirou a vida de cinco pessoas, dentre elas três crianças. Conforme a secretária de Educação, Gisela Hermann, depois de 20 dias que deixou a cidade abalada, as atividades presenciais voltam aos poucos. Ainda segundo a secretária, as educadoras continuam com acompanhamento psicológico.

“A comunidade e as autoridades uniram as forças para reestruturar e embelezar a creche Aquarela. Queremos proporcionar maior segurança através de sistemas de monitoramento, bem como a contratação dos serviços de vigilância com profissionais qualificados e treinados para fazer a segurança no local”, comenta a secretária.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

A creche Pró-Infância Aquarela atende cerca de 70 crianças de até 2 anos. A Secretaria da Educação reforça que os professores e direção da unidade escolar estão prontos para acolher todas as crianças matriculadas.

“Só podemos alcançar o impossível se acreditarmos no possível. Nossas crianças merecem ter as interações com o outro e com o meio”, acrescenta Gisela.

Ainda em relação à creche Pró-Infância Aquarela, a secretária de Educação convida a comunidade para um dia de visitação que irá ocorrer no próximo sábado (29) das 14h às 16h.

Os professores e a direção das escolas solicitam aos pais que acompanhem o desenvolvimento das atividades de seus filhos, pois, esse acompanhamento é muito importante para aprendizagem e registro de notas, principalmente para estudantes em aprendizagem remota. Lembrando que as atividades equivalem à frequência e avaliação do ano letivo.

ND+

Comente