Santa Catarina

Região Sul do Brasil poderá sofrer com desabastecimento de material asfáltico

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A região Sul do Brasil poderá ser afetada com o desabastecimento de produtos para pavimentação asfáltica caso um impasse não seja resolvido. Isso porque a Stratura Asfaltos, uma das principais empresas fornecedoras do material no Brasil está com dificuldades para obter junto à ANP a autorização de operação para sua fábrica na cidade de Ponta Grossa (PR), responsável pelo atendimento/fornecimento nos Estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

RECEBA NOTÍCIAS EU SEU WHATSAPP, CLIQUE AQUI

Preocupado com a situação, nesta terça-feira (26), o Deputado Federal Catarinense Rogério Peninha (MDB) intermediou uma videoconferência da Stratura Asfaltos S.A com o Diretor-Geral da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Rodolfo Saboia e sua equipe técnica.

RECEBA NOTÍCIAS DO ALTO VALE E SANTA CATARINA PELO TELEGRAM

A Agência é responsável pela outorga da Autorização de Operação, tendo em vista que a atividade industrial é regulada pelo poder público. Na reunião a empresa explicou que desde de abril de 2020 foi requerida a referida autorização, sendo que foram atendidas todas as exigências feita pela ANP, restando apenas a discussão acerca do atendimento de um único ponto técnico específico.

Caso a fábrica permaneça fechada significará aumento do desemprego e elevação dos preços dos produtos asfálticos para a região Sul do Brasil.

O deputado, por sua vez, explicou que há uma grande apreensão com relação à paralisação e atraso nas obras em rodovias catarinenses caso a autorização não seja concedida, a exemplo da BR-470, BR-280, BR-101 e BR-282 e demais obras em execução no Estado e nos Municípios. “A situação de algumas de nossas rodovias já não está fácil. Só o que falta atrasar ou ter que parar as obras de duplicação e de melhorias por falta de material”, enfatizou.

A ANP comprometeu-se em agilizar o processo de avaliação dos aspectos técnicos para a efetiva liberação.

Privatização

A Stratura Asfaltos, até julho de 2019, integrava o sistema Petrobras, sendo subsidiária integral da BR Distribuidora. Porém, com a privatização da sua acionista controladora (BR), a Companhia passou a ter status de empresa privada, sendo que em agosto de 2020 foi adquirida integralmente pelo Grupo Bitumina.

A empresa movimenta anualmente mais de R$ 1 bilhão e conta com quatro unidades fabris nas cidades de Maracanaú(CE), Betim(MG), Paulínia(SP) e Ponta Grossa(PR), a fim de viabilizar o atendimento de clientes (públicos e privados) em todo Território Nacional.


Comente