Santa Catarina

Santa Catarina tem suspeita de Flurona, infecção combinada de Covid e H3N2

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) está investigando casos de pessoas que teriam contraído Covid-19 e H3N2, um subtipo da gripe, ao mesmo tempo, em Santa Catarina. Em outros estados brasileiros, as secretarias da saúde também estão investigando s co-infeccção, ou seja, a infecção combinada dos dois vírus, chamada de Flurona.

RECEBA NOTÍCIAS EM SEU WHATSAPP, CLIQUE AQUI

O nome Flurona vem da junção das palavras, influenza e corona.

Além da suspeita dos casos de flurona, os casos de covid aumentaram. No mês de dezembro foram 10 mil novos casos da doença. O mapa de risco potencial regionalizado, que estava todo em azul, em risco moderado de transmissão, ganhou duas regiões na cor amarelo, em nível de risco alto.

RECEBA NOTÍCIAS DO ALTO VALE E SANTA CATARINA PELO TELEGRAM

O secretário de saúde de Santa Catarina André Motta Ribeiro explicou a situação do aumento de casos e os riscos. “Era de se esperar que aumentasse número de casos, por conta da presença de uma nova variante do vírus. É uma variante bem mais contagiosa, muito mais rápida, do que as anteriores, e também pelas características do final do ano, a gente sabe que Santa Catarina paga um preço por ser um estado extremamente bonito, as pessoas vêm pra cá, e por conta do Natal e do Réveillon, tivemos algumas situações de risco, apesar dos alertas do estado, então o aumento do número de casos se reflete em algumas regiões” comenta.

Fonte: SCC10


Comente