SC

Setor de serviços cresce 17% em Santa Catarina

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Dados divulgados pelo IBGE apontam uma alta de 17,1% no setor de serviços em Santa Catarina, entre janeiro e julho de 2021, na comparação com o mesmo período do ano anterior. O crescimento catarinense foi o quarto maior entre todos os estados; a média nacional ficou em 10,7%.

Receba notícias eu seu WhatsApp, clique Aqui

Segundo o IBGE, o setor já se recuperou das perdas causadas pela Covid-19. Em Santa Catarina, o volume de serviços hoje já está 13,3% acima do registrado no pré-pandemia. Nacionalmente, este índice está em 3,9%.

“O setor de serviços foi um dos afetados pela pandemia que desequilibrou a economia do país. Este crescimento acima da média nacional representa uma retomada importante para a saúde dos negócios e otimismo dos empresários que têm apostado em Santa Catarina. Nosso papel é apoiar quem quer investir em Santa Catarina e trazer mais oportunidades de emprego nas cidades”, frisa o Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

O governador Carlos Moisés destacou que, além dos serviços, outros ramos da economia catarinense, como a indústria e o comércio, também registram altas acima da média nacional. Com isso, Santa Catarina tem um saldo de quase 140 mil empregos formais até julho.

Receba notícias do Alto Vale e Santa Catarina pelo Telegram

“Santa Catarina está se recuperando de uma maneira muito firme após o tombo causado pela pandemia. O Governo do Estado tem trabalhado em parceria com o setor produtivo para dar segurança jurídica a todos que desejam investir por aqui. Esse crescimento no setor de serviços é um indicativo de que estamos no caminho certo”, afirmou o governador.

Alta também no turismo
O IBGE também divulgou dados relacionados ao setor de turismo. Em julho, houve um crescimento de 9,4% em Santa Catarina em relação ao mês anterior. Trata-se do segundo melhor resultado do país, atrás apenas de Pernambuco (9,5%). Apesar disso, o setor ainda não retornou ao nível de atividade registrado antes da pandemia, em fevereiro de 2020. A retração acumulada no período é de aproximadamente 20% em Santa Catarina e de 32% na média nacional.

Fonte: SCC10


Comente