Entretenimento

Sexta-feira Santa: Entenda o significado do feriado cristão

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Todos os anos, a Sexta-feira Santa é observada na sexta-feira anterior Pascoa de ressurreição e este ano cai em 2 de abril. De acordo com o calendário lunar da Igreja, a Páscoa é celebrada no primeiro domingo após a Lua Cheia Pascal, que é 4 de abril deste ano. É nisso que os cristãos comemoram a crucificação de Jesus Cristo. É um dia de dor, penitência e jejum para os cristãos em todo o mundo. O dia também é conhecido como Black Friday pelo mesmo motivo. A Sexta-Feira Santa, também conhecida como Sexta-Feira Santa, também marca o fim da Quaresma, que é um período de jejum de 40 dias para os cristãos.

> Receba notícias de SC e região do Alto Vale pelo WhatsApp

A história por trás

Sexta-feira Santa é sobre a crucificação e morte de Jesus Cristo. De acordo com muitos relatos, foi nesse dia que Cristo foi preso e executado. A Sexta-feira Santa é considerada santa porque neste dia, por amor a todos, Jesus Cristo deu sua vida em sacrifício enquanto sofria pelos pecados das pessoas. Foi com este gesto que a humanidade teve um novo começo e todos os seus pecados foram descartados. A crucificação acima mencionada também teria ocorrido por volta de 30 ou 33 DC.

Agora, a questão que se coloca é: se o dia tem uma história tão triste, por que é conhecido como Sexta-Feira Santa? Segundo a crença, o termo na verdade vem das palavras Deus sexta-feira. No entanto, há outro grupo de pessoas que acredita que ‘Bom’ significa Santo e é por isso que o dia também é conhecido como Sexta-Feira Santa.

Significado

Embora Jesus Cristo tenha sido crucificado na Sexta-feira Santa, foi na Páscoa que o filho de Deus ressuscitou, de acordo com a Bíblia. Significa que o bem sempre vence e o fato de ele ter passado por tanto sofrimento pelos pecados da humanidade mostra o quanto ele amou a todos.

Fonte: Artur Hoje


Comente