Taió

Veja toda a tragetória de vida do Padre Alírio Vicenzi, Taioense que morreu nesta sexta (19)

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Pe. Alírio Vicenzi nasceu no dia 07 de abril de 1948, na cidade de Taió – SC. É o sétimo filho de Alfonte Vicenzi (in memoriam) e Amalia Nata Alegri (in memoriam). Seus irmão são: Vilde, João, Dulce, Isabel, Carnem, Beatriz e Terezinha (in memoriam)

Grupos de notícias no WhatsApp ou Instagram

Foi batizado na igreja de Santa Cruz de Passo Manso, pelo Pe. Eduardo Summermatter, no dia 08 de abril de 1948, tendo como padrinhos o Sr. João Pacheco e Sra. Angelina Berlanda.

Com um ano de idade, no dia 18 de janeiro de 1950, foi crismado pelo Exmo. Sr. Dom Inácio, bispo de Ribeirão Preto, sendo seu padrinho, o Sr. Antônio Ferreira. Entrou para o Seminário no ano de 1961, onde fez o ginásio (ensino fundamental) no Instituto Nossa Senhora de Fátima, Seminário de Taió. Cursou o científico (ensino médio) no colégio Governador Celso Ramos, em Joinville.

Após quatro anos de estudos filosóficos, se formou na Faculdade de Filosofia Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

Em 1975, concluiu o curso de Teologia, recebeu os ministérios de Acólito e Leitor, no dia 30 de abril e foi ordenado Diácono, na igreja matriz Cristo Rei de Taió, no dia 08 de dezembro do mesmo ano. Dois meses depois, no dia 01 de fevereiro de 1976, foi ordenado sacerdote da Diocese de Rio do Sul, na igreja Catedral, por Dom Tito Buss. Celebrou sua primeira Missa, na sua comunidade natal, Igreja Santa Cruz de Passo Manso.

1976 – Vigário paroquial da Paróquia Santo Huberto, em Ibirama.
1978 – Pároco da Paróquia São Miguel Arcanjo, na Paleta, cidade de Mirim Doce.
1980 – Pároco da Paróquia Cristo Rei, em Taió.
1985– 1989 – Reitor do Seminário Filosófico de Santa Catarina – SEFISC, em Brusque.
1990 – Pároco da Paróquia São José Operário, Rua XV e Aurora.
1992 – Pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças, bairro Boa Vista, Rio do Sul.
1993 – Pároco da Paróquia São Judas Tadeu, bairro Santana, em Rio do Sul.
1995 – Pároco da Paróquia São João Batista, Catedral, e Administrador Paroquial do Boa Vista, em Rio do Sul.
Ao deixar esta função, foi estudar em São Paulo, mas retornou para a necessidade da diocese, assumindo por quinze anos a função de Coordenador Diocesano de Pastoral.
1996-2010 – Coordenador Diocesano de Pastoral e Vigário Geral da Diocese de Rio do Sul.
2001 – Administrador Paroquial na Paróquia São Judas Tadeu, bairro Santana, em Rio do Sul.
2004 – Pároco na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Pouso Redondo.
2008 – Pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças, bairro Boa Vista, Rio do Sul.
2011 – Pároco da Paróquia Santo Ambrósio, em Ascurra.
2016 – Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Presidente Getúlio.
Foi nomeado também, visitador episcopal na Paróquia de Santa Maria, Diretor Espiritual do Seminário Diocesano de Taió e Florianópolis, coordenador das Ceb´s em nível Regional e Diocesano, criou a Equipe Ecumênica Diocesana, foi Juiz instrutor na Câmara Eclesiástica, Coordenou a Assembleia Diocesana, regiões pastorais, participou como membro do Colégio dos Consultores, do Conselho Presbiteral e Econômico e diversas outras funções e assessorias.

No regional Sul IV da CNBB foi coordenador da equipe de coordenadores de pastorais das Dioceses do estado de Santa Catarina, foi membro do Conselho Ecumênico Regional e presidente do Conselho Regional de Ensino Religioso.

No dia 02 de março de 2020, por ocasião do Jubileu de Ouro do Regional Sul IV da CNBB, foi homenageado na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina com placa comemorativa, pelos seus trabalhos relevantes prestados na missão evangelizadora.

2020 – No dia 10 de novembro de 2020, Pe. Alírio foi internado no Hospital Regional, em Rio do Sul, onde foi diagnosticado um AVC- Acidente Vascular Celebral. Desde então permaneceu em tratamento até a data de hoje.

A Diocese de Rio do Sul se solidariza aos familiares, aos paroquianos da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, de Presidente Getúlio e todos os diocesanos neste momento de dor e de oferta. Agradecemos a todos que auxiliaram neste momento em que Pe. Alírio necessitou de cuidados, especialmente as irmãs Franciscanas de São José, os hospitais, o corpo médico e técnico, as irmãs Catequistas Franciscanas, Dom Onécimo, padres, familiares e lideranças. Deus em sua generosidade retribua a todos!

Pela misericórdia de Deus seu corpo descanse em paz!

Comente